Skip to main content
Easy Tax

O “Easy Tax” nasce de uma parceria entre a EY e o Jornal Económico, que pretende abordar, de uma forma simples e intuitiva, os temas fiscais mais relevantes da atualidade nacional e internacional. Pretende-se que o leitor aceda a conteúdos técnicos de uma forma rápida e que também possa ler a opinião de especialistas sobre temáticas atuais e relevantes.

Sabemos ainda que ao falar de impostos, todos querem antecipar, na medida do possível, qual o valor que será devido e por isso trazemos igualmente para esta plataforma vários simuladores de cálculos de impostos que podem ajudar os leitores do Jornal Económico nesse exercício.

Com esta parceria, a EY incorpora o seu propósito global de construir um melhor mundo de negócios (que resulta do lema internacional: “Building a better working world”).

Em destaque
Últimas Notícias

EM DESTAQUE

Survey EY – Orçamento do Estado para 2020
Dando continuidade a um exercício efetuado em 2018 a propósito do conteúdo da Proposta de Lei do Orçamento do Estado para 2019, a EY voltou novamente a lançar o desafio a gestores, empresários e profissionais que atuam na área fiscal, no sentido de perceber quais seriam as áreas de maior relevo em que o Governo deveria incidir a sua ação no âmbito da preparação da Proposta de Lei do Orçamento do Estado para 2020 (PLOE2020) em matérias de índole fiscal.
Brexit – Tributação de rendimentos de e para o Reino Unido
O Brexit tem sido uma caixinha de surpresas. Se é certo que os agentes económicos, designadamente as empresas, temiam a saída do Reino Unido da União Europeia (UE), a verdade é que não a esperavam, nem se encontravam preparadas para este novo paradigma europeu e para todas as implicações que tal facto acarretava.
IRC e a convergência para as Normas Internacionais de Contabilidade (IFRS / IAS) – cenas do próximo capítulo?
Após a divulgação pela Autoridade Tributária e Aduaneira (“AT”) da Circular n.º 7/2020, de 13 de agosto (“Circular”), importa comentar o impacto da mesma no que respeita à convergência entre contabilidade e fiscalidade.
Regime dos ex-residentes: Oportunidades especiais
Muito se tem falado regime fiscal aplicável aos ex-residentes, o qual, criado em 2019, opera por aplicação automática aos sujeitos passivos que tenham sido considerados residentes fiscais em Portugal até 31 de dezembro de 2015, que regressem a Portugal durante os anos de 2019 ou 2020 e que aqui tenham sido considerados não residentes durante os três anos anteriores ao seu regresso.
Setores
PALOP-TL
Disclaimer

Na preparação deste Guia, foram feitos todos os esforços para poder oferecer informação correta, clara e atual. Todavia, a informação contida neste texto pretende apenas providenciar informação de orientação geral. A publicação é distribuída pela EY, a qual não é responsável pelo resultado de quaisquer atos ou ações decididas ou tomadas unicamente com base na informação desta publicação.

A EY não pretende através desta publicação dar conselhos de natureza legal, fiscal, financeira ou contabilística. Os leitores são encorajados a consultar profissionais no intuito de obter aconselhamento antes de tomar qualquer decisão.

A informação desta publicação deve ser usada como uma ferramenta de pesquisa apenas, e não no lugar da pesquisa a cargo de consultores fiscais com respeito a assuntos dos seus clientes.